10 abril 2014

Olhe ao seu redor.

O privilégio de ser quem somos.

Às vezes, nos martirizamos, reclamamos da vida, choramos sem motivos realmente desesperadores e criamos problemas onde simplesmente não tem!
 Quem nunca reclamou de coisas bobas? Quem nunca se fez de vítima e achou que sua vida era a pior de todas?! Pois é, estamos sempre fazendo isso, e o pior, sem nenhum motivo plausível.

Viajei para o Iêmen 2 meses atrás para ver de perto o quão sou privilegiada por Deus pela vida que tenho. No Iêmen, pouquíssimas crianças possuem acesso à educação, e essas poucas têm um estudo de baixa qualidade e mesmo assim sorriem e buscam um futuro melhor. Nesse país, não apenas nesse, em grande parte do mundo, nos países islâmicos normalmente as mulheres não estudam, pois as famílias creem que apenas os homens devem trabalhar e estudar, já que são eles que sustentam a casa, enquanto isso é papel das mulheres cuidar do lar e dos filhos. Mesmo que essa prática, aos poucos, venha sendo alterada, em muitos lugares ainda se segue essa teoria.

Visitei uma escola em uma Vila no Iêmen, extremamente pobre e deficiente de tudo: comida, educação, saneamento básico, condições de vida e etc. É muito triste ver que em muitos locais do mundo ainda há a extrema pobreza.

O que mais me encantou no Iêmen é que apesar de todas as dificuldades desse povo, eles ainda sorriem e não reclamam, pois é, surpreendente, não?! Dava vontade de cuidar de todas essas crianças, ajudei no que pude, com 10 reais uma família no Iêmen pode se alimentar durante dias; então aos poucos consegui ajudar de alguma forma, porém nada de fato grandioso. Um dia quem dera eu, ajudar de fato todas essas famílias, que estão nas ruas não por vícios e sim porque não tiveram oportunidade na vida.

Esse vídeo abaixo mostra uma escola Iemenita, é impossível não tocar o coração de nós, ocidentais.
A pureza e os sorrisos dessas crianças, por trás de uma infância triste que marcará para sempre suas vidas.

video

Hoje apenas deixo essa mensagem, aproveite bem a sua vida e seja grato a Deus por ela.
Carol Avessa
Postar um comentário
© Carol Sem Roteiros - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Leonardo Nery e Caroline Moreira.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo